sexta-feira, 27 de setembro de 2013


Dia desses perguntaram se eu me achava normal. Nunca gostei muito desse conceito de "normalidade", pois o que é comum pra mim pode ser uma aberração pra você. Mas até que me acho normal. Tenho um punhado de medos, pequenas cicatrizes, uma chuva de dúvidas, uma imensidão de escolhas, como todo mundo. Não tenho nada de extraordinário ou de estapafúrdio. Sou uma pessoa que procura viver a vida com alguma esperança e que entende que não é possível carregar o mundo e as pessoas nas costas. Me carregar já é difícil, mas faço o que está ao meu alcance para auxiliar quem me rodeia. Nem sempre consigo, mas vou morrer tentando deixar algo bom.



Clarissa Corrêa

Bom Dia,Boa Tarde ou Boa Noite Pra Você....

Que veio me visitar no meu cantinho,fico sempre muito grata com cada visita que recebo aqui e agradeço de coração. O tempo foi ficando ape...