quarta-feira, 12 de setembro de 2012


Descobri que meu jeito nunca muda. Vou ser assim sempre, vou me dar, vou tentar aprender, mas olha, no fundo eu não aprendo nada disso. Não gosto de grades no coração, deixo ele solto. Por isso, ele se perde, foge, se esconde, grita, pede ajuda, volta. Ele tem uma boca tão grande que às vezes me engole, me suga pra dentro dele. Meu coração me prende e diz daqui-você-não-sai-sua-louca. Nem sempre entendo meus gestos, me sinto confusa no meio de tanto querer. Porque, meu amigo, eu quero sempre mais da vida. Talvez seja por isso que eu segure forte a mão dele, pra mostrar que apesar da gente se enganar e derrapar tanto, estamos juntos, colados, unidos. Eu e ele. Porque só meu coração, de fato, me entende.





— Clarissa Corrêa.

Bom Dia,Boa Tarde ou Boa Noite Pra Você....

Que veio me visitar no meu cantinho,fico sempre muito grata com cada visita que recebo aqui e agradeço de coração. O tempo foi ficando ape...