quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Sempre me senti diferente dos outros. Não mais bonita, não mais inteligente, não mais especial, não mais esperta, não mais maluca, não mais legal, apenas diferente.
Sou diferente na forma de sentir, tudo que me toca, me toca fundo. Tudo que me alegra, me alegra muito.
Tudo que me dói, dói forte, corta.
Nunca tive muitos freios em matéria de sentimento.
Sempre que eu quis ir, fui. Muito me estrepei. Sempre que quis falar, falei.
Muito me ralei. Aprendi um pouco a calar, a tentar respirar fundo e pensar.

[Clarissa Corrêa]

Bom Dia,Boa Tarde ou Boa Noite Pra Você....

Que veio me visitar no meu cantinho,fico sempre muito grata com cada visita que recebo aqui e agradeço de coração. O tempo foi ficando ape...