quarta-feira, 2 de novembro de 2011

Tô com o estômago embrulhado até agora. E com um nó chato na garganta. Engoli tantas coisas que fui com a certeza de te dizer. Queria falar sobre nós, sobre como eu preciso me sentir valorizada e como você não supre essa necessidade. Queria falar que te amo, que não vou suportar te perder e que aquele silêncio tava me esmagando. Mal conseguia respirar, falar era esforço demais. Passei o tempo todo na defensiva. Só fiquei te abraçando apertado e sentindo seu cheiro, pra ficar na memória sabe, eternizar. Amo seu cheiro. Queria ouvir você pedindo pra eu ficar, que me escolhe, me ama, que me assume pro mundo. Sempre quis tão pouco e recebi menos ainda. Você ainda não tava acreditando, mas em mim tava doendo tanto aquele momento, porque eu sabia que era o fim, eu já tinha decidido. Assim eu não quero, brincar de amor já me cansou. ‘Idiota’, era só isso que eu conseguia pronunciar. Mil vezes idiota, não acredito que você tá me perdendo assim. “Olha pra mim, você tá chorando ?”, ah meu bem, você não imagina o quanto isso tem sido normal pra mim, chorar por você. Não te olhei, te bati, te odiei. “Eu não mereço isso, eu não preciso disso”, acho que minhas palavras foram poucas, porém bem escolhidas. Fui embora e levei comigo a promessa de que seríamos amigos sempre. Deixei um pedaço de mim contigo também, um pedaço lindo. Tô recolhendo meu pino do tabuleiro, já fui a falência nesse jogo faz tempo. Só volto se for pra jogar Nós, Eu e Você já deu.




Bom Dia,Boa Tarde ou Boa Noite Pra Você....

Que veio me visitar no meu cantinho,fico sempre muito grata com cada visita que recebo aqui e agradeço de coração. O tempo foi ficando ape...